20 de maio de 2010

CAVALHEIRISMO? YES, PLEASE! BY PAULA PFEIFER


Gurias, estava lendo alguns blogs, quando vi este texto da Paula do Sweetest Person (minha conterrânea aqui do RS e como eu, admiradora do trabalho do Caio F. Abreu)..E fiquei pasma!!! NÃO CONHEÇO NENHUM HOMEM CAVALHEIRO!!! (pelo menos não me lembro de nenhum no momento)
Enfim, resolvi reproduzir aqui para vocês o texto dela, por que achei ótimo...Em tempos modernos, em que as pessoas se envolvem em um dia e no outro nem lembram os nomes, em que o "normal" é ficar, em que uma pessoa só é educada (leia-se homens) por que tem segundas intenções e que os sentimentos são "coisas banais", este texto cai como uma luva...

Achei triste, por que descreve a realidade, mas ao mesmo tempo, achei BARBÁRO!!! Parabéns Paula!


Existem 3 tipos de homens: os grosseiros, os falsos cavalheiros com segundas intenções (quaaais serão elas?? haha) e os verdadeiros cavalheiros. Eventualmente um grosso se comporta bem (meio raro, but..) mas um verdadeiro cavalheiro jamais será um grosso. A diferença entre eles se resume a duas palavras: classe e educação. E, cá entre nós, todas queremos um exemplar de pedigree quando se trata de bons modos masculinos.

Um cavalheiro…te convida para tomar um café, ir no cinema, sair pra jantar. Programas à luz do dia. Ou que iniciem cedo. Ele não fará convites de madrugada ou quando estiver bêbado. Nem terá a cara de pau de fazer insinuações sexuais aleatórias caso não exista intimidade máxima para isso.

Um cavalheiro…não ficará babando em outras mulheres quando estiver com você. Você será o foco da atenção dele do início ao fim do encontro. Existe algo mais desagradável do que sair com alguém e ficar em segundo plano?? #not!

Um cavalheiro…não falará sobre a conta bancária alheia nem sobre a própria. Há algo mais tedioso do que falar sobre dinheiro? É o tipo do assunto que deve ser deixado para o gerente do banco. Ele jamais fará perguntas insanas como ‘quanto você ganha?’, ‘quanto você tem na poupança?’ e afins. Na hora de pagar a conta, ou ele pagará sem que você note, ou dividirá meio a meio – não, um cavalheiro não paga exatamente aquilo que consumiu nem briga por centavos. E também não se gaba a respeito das suas posses.

Um cavalheiro…te apresenta adequadamente aos amigos quando vocês estão juntos e encontram alguém. Não, ele não tem obrigação de dar algum detalhe constrangedor, como ‘essa é a fulana minha ficante/amiga/situação indefinida’. Mas encontrará uma maneira de apresentá-la e fazê-la se sentir querida.

Um cavalheiro… não te chama de princesa, gatinha, amada, mimosa e derivados. Seus pais se deram ao trabalho de escolher um nome para você, não??

Um cavalheiro…abre a porta do carro, oferece o casaco se estiver frio, puxa a cadeira para você sentar, espera você sair primeiro do elevador ou entrar primeiro em qualquer lugar, te conduz – aliás, a melhor parte de estar ao lado de um cavalheiro é ser lindamente conduzida ao entrar nos lugares, com aquela mãozinha estrategicamente posicionada no seu ombro ou cintura.

Um cavalheiro…prestará atenção em você. Ouvirá o que você diz com atenção. E, se disser que vai ligar, é porque vai. Ele liga, se preocupa e se faz presente. Não faz joguinhos.

Um cavalheiro…faz elogios interessantes. Nota pequenos detalhes. Admira a sua inteligência. Ele não irá chamá-la de ‘gostosa’ ou ‘tá linda’. Esses mocinhos em extinção são capazes de muito mais que isso.

Um cavalheiro…vai tratá-la como uma dama. Se você se comportar como uma, é claro.

Um cavalheiro…sabe diferenciar uma mulher de fundamento de uma vazia. Ou, melhor dizendo, uma mulher pra casar de uma pra passar apenas uma noite. Todas as mulheres se consideram pra casar. Fato. Mas as que têm comportamentos não condizentes com este achismo precisam reavaliar os mesmos. Ações valem mais do que palavras. MUITO mais.


No fim das contas, acho que a prova final do cavalheirismo é bem simples. Vocês ficam. E, mesmo que tenha sido horrível, que o santo não tenha batido, que o beijo tenha sido uma catástrofe e tudo-o-más, o verdadeiro cavalheiro seguirá sendo educadíssimo. Vai telefonar ou mandar um torpedo perguntando se você chegou bem em casa – no mínimo. E vai dizer, com toda a sinceridade do mundo, que foi uma pena não ter dado certo. Já os grossos tomam chá de sumiço com toda a imaturidade que lhes é peculiar.


ALGUÉM AINDA CONHECE ALGUM HOMEM CAVALHEIRO DE VERDADE?

Bjs
;)

21 comentários:

Thaís disse...

AMEI O TEXTO!!! Bom, eu conheço pouquíssíssíssímos cavalheiros, e graças a Deus meu namorado-noivo-futuromarido é um deles! Que orgulho tenho dele! Mas já me deparei com inúmeros falsos cavalheios e alguns grosseiros sim, quem não?

VaH disse...

Conheço... caso em 10 meses! E totalmente ciente de que nao tem aos montes desse por ai! Sortuda? Cooom certeza! :D

*Suzi Oliveira* disse...

Ah que texto ótimo!!!

E bom saber que meu maridinho se encaixa em 80% da definição de cavalheiro...
Tirando a parte do dinheiro, pq sempre estamos falando sobre isso... Afinal depois de três anos juntos e eu passar quase um ano desempregada, é impossível!!!

Mas ele sempre se mostrou muito gentil e atencioso. Na primeira vez que nos conhecemos, ele fez questão de saber se eu tinha chegado bem em casa, etc. E sempre foi assim.
Um cuida do outro como se fosse o primeiro encontro!

Thy, te amo, amor!!!
(ele num vai ler, mas já sabe...) rsrsrs

beijocas mil

Marcella disse...

não..acho que não conheço ou não me lembro..mas legal é aquela frase que diz que o cara vai te tratar como uma dama se vc se comportar como se fosse uma..é, mulherada também tá f..rsrs

I ♥ Make-up disse...

Aaah, peguei o ÚLTIMO ou então um dos útlimos, cavalheiros, claro meu namo tem suas falhas como todos (nem converse com ele qando tá passando futbol), mais .... se encaixa nesse textinho, que muitos homens deveriam lêr !

Beijos, amei o texto

Dani disse...

Meu namorado s2
Sim, sou sortuda.

=)

Joyce Rodrigues disse...

Antes de conhecer meu atual namorado eu realmente não conhecia nenhum.
Agora os grossos tem de monte! O pior é quando a mulher se contenta com um e acha que não merece nada melhor na vida.
Claro, você terá seu cavalheiro se você for uma dama... É preciso retribuir todo o respeito.

Douglas Patresse disse...

Muito bom o texto.

Irei colocar em prática isso que aprendi :D

só mais uma coisa,.,. não esqueçam que
"Um cavalheiro…vai tratá-la como uma dama. Se você se comportar como uma, é claro."
Então se nois homens não a tratarmos como legítimas Damas, não nos condene por isso.
Apenas Perdoa-nos.

Mari disse...

Meninas...somos todas sortudas então... pq meu namorado tmbm é um cavalheiro...Felizmente o encontrei deppois de ter conhecido vááários falsos cavalheiros!! hehhe..Agora não largo mais!! =DD

Vivi disse...

Otimo texto!!!

Anônimo disse...

Gente!!! Tô de boca aberta, onde essas amigas encontraram esses cavalheiros???? Porque aqui no interior de São Paulo, mais precisamente em Araraquara, onde moro, essa "espécie" está em extinção já faz um tempão. Ai que inveja rsrs... Tai não desiste amiga quem sabe por aí vc consiga encontrar um cavalheiro MARAVILHOSO torço por vc. Beijão
Dani - Araraquara

Ana Carolina Garrana disse...

Amei. Meu namorado é quase tudo isso
http://creusa-vaidosa.blogspot.com/

Flávia Batista disse...

Taiana,

estou a procura deste homem, mas a cada dia me convenço mais de que ele não existe. é uma pena... :(

bjsss

Sabrina disse...

Oie Taia lindona ...saudades de ti...conheço siiiiimmmmmmmmmm... meu pai, meu colega Luiz, o Enzo, e outros tantos por aí... bjoes :)

Laís Quinteiro disse...

Adooorei o texto...é a pura verdadeee....hehehe
As meninas acima provam pra nós, que ainda não achamos nosso cavalheiro, que há esperança!heheh
Embora esteja escassa...só encontro os falsos cavalheiros, que na minha opinião são piores que os grossos.
A gnt segue esperando nossa hora de ter o "happyend"....huahauha

Bjoos

Anônimo disse...

Olá Taia!!
ótimo blog,ótimo post, como sempre, e olha que enm sempre eu concordo com tua opinião! haha Mas o que faz um blog e a blogueira ser querida para mim é isto: mesmo quando coloca opiniões que eu não concordo, mas ainda assim faz de maneira educada!

E assim são os hemens né! Ainda bem que o meu cavalheiro eu já encontrei e não largo nunquinha!! Mas, foi dificil viu! Antes disso vieram muitos cavalheiros fake!!
Minha dica é: procura que tu acha sim! as vezes pode estar em lugares que tu não experimentou procurar!
Beijão!!
Cris G.

Albertina disse...

Amei!!!! Tudo que eu preciso na vida é de um cavalheiro. Mandei esse artigo para um cara que fiquei, ele parece ser cavalheiro, mas não é. Vamos ver se ele se sensibiliza, rsrs.

Beijos!!!!

Gabriela disse...

Realmente, não existem muitos! Mas, ainda têm alguns, por aí, q foram bem educados, rsrsrs...
Graças a Deus o meu namorado é um desses raros exemplares!


P.S. É maravilhoso estarao lado de um cavalheiro!!!

Natália Helen disse...

Apenas uma palavra: Ameeeeeeeiiii...

Bjous

Adriana disse...

Existem muito poucos.
o Meu noivo é um desses, no começo quando ele abria a porta do carro, puxava a cadeira, emprestava o casaco as colegas comentavam que isso era só coisa de início de namoro, mas ja se passaram dois anos e meio e ele ainda continua sendo educado e gentil do mesmo jeito de quando começamos a namorar. Isso é uma coisa de criação, já vem de berço, porque a mãe dele também é um amor de pessoa.

Mas fora o meu noivo não conheço mais ninguém, os "cavalheiros" se disfarçam de tal, para tentar pegar umas meninas.

O texto é muito bom.

Beijos

Sabrina Mix disse...

Ai, Tai, sem querer me gabar, mas meu namorido é tudo isso e muito mais. Mas não espalha, porque tá cheio de meninas que ficam de olho nos "cavalheiros" das outras! Hahaha...

Beijos e sucesso!!!

MEU BLOG: http://www.sabrinamix.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...