21 de setembro de 2010

MARTHA MEDEIROS


Se tem uma escritora que me inspira ela é Martha Medeiros, ela é gaúcha, que orgulho! Não querendo ser bairrista mas fico feliz quando vejo uma pessoa da terrinha fazendo sucesso, temos muitos exemplos por ai, Giz-Buz,Getulio Vargas, Luis Fernando Veríssimo...entre muitos outros.

Voltando a Martha, escreve de maneira sutil e com palavras certas, quase que mágicas o universo feminino, não tem não ler uma crônica e não se apaixonar e não parar para refletir. Amo, adoro, muitas vezes em um simples título ela transforma, escreve palavras que caem como uma luva ao sentimento feminino.

Vejo ela, como uma guerreira, sem ao menos a conhecer, como assim não conhecer? Claro que a conhecemos seus textos, crônicas expressam um pouco da grande mulher que suponho que seja.

Pois bem, admiro a criatividade, inspiração, adjetivos que não são fáceis que brotar, assim do nada, é preciso cultura, leitura, vivência! Se escrever para o LPC é um compromisso com as leitoras, claro que aqui é tipo uma conversa de corredor, uma troca de experiências com as amigas. Me diz? Imagina escrever para um jornal de grande circulação? Responsabilidade pura!

Tanta qualidade é de seus escritos que já virou filme - Divã - Já viram? Em caso negativo, recomendo.

Mas enfim, escrevi esse pequeno post para demonstrar uma mulher que admiro muito...quem sabe esse post continue com uma série, mulheres que amamos e admiramos, o que acham?

Uma crônica ótima dela:

O mulherão

Peça para um homem descrever um mulherão. Ele imediatamente vai falar do tamanho dos seios, na medida da cintura, no volume dos lábios, nas pernas, bumbum e cor dos olhos. Ou vai dizer que mulherão tem que ser loira, 1,80m, siliconada, sorriso Colgate. Mulherões, dentro deste conceito, não existem muitas: Vera Fischer, Leticia Spiller, Malu Mader, Adriane Galisteu, Lumas e Brunas. Agora pergunte para uma mulher o que ela considera um mulherão e você vai descobrir que tem uma a cada esquina.
Mulherão é aquela que pega dois ônibus por dia para ir ao trabalho e mais dois para voltar, e quando chega em casa encontra um tanque lotado de roupa e uma família morta de fome. Mulherão é aquela que vai de madrugada para a fila garantir matrícula na escola e aquela aposentada que passa horas em pé na fila do banco para buscar uma pensão de 100 Reais. Mulherão é a empresária que administra dezenas de funcionários de segunda a sexta, e uma família todos os dias da semana. Mulherão é quem volta do supermercado segurando várias sacolas depois de ter pesquisado preços e feito malabarismo com o orçamento. Mulherão é aquela que se depila, que passa cremes, que se maquia, que faz dieta, que malha, que usa salto alto, meia-calça, ajeita o cabelo e se perfuma, mesmo sem nenhum convite para ser capa de revista. Mulherão é quem leva os filhos na escola, busca os filhos na escola, leva os filhos para a natação, busca os filhos na natação, leva os filhos para a cama, conta histórias, dá um beijo e apaga a luz. Mulherão é aquela mãe de adolescente que não dorme enquanto ele não chega, e que de manhã bem cedo já está de pé, esquentando o leite. Mulherão é quem leciona em troca de um salário mínimo, é quem faz serviços voluntários, é quem colhe uva, é quem opera pacientes, é quem lava roupa pra fora, é quem bota a mesa, cozinha o feijão e à tarde trabalha atrás de um balcão. Mulherão é quem cria filhos sozinha, quem dá expediente de oito horas e enfrenta menopausa, TPM, menstruação. Mulherão é quem arruma os armários, coloca flores nos vasos, fecha a cortina para o sol não desbotar os móveis, mantém a geladeira cheia e os cinzeiros vazios. Mulherão é quem sabe onde cada coisa está, o que cada filho sente e qual o melhor remédio pra azia.

Texto bacana né? Cada uma de nós é um mulherão, cada uma do seu jeito, com as suas manias, seus defeitos e suas qualidades,além de mulheres somos todas guerreiras!

Como já disse escrever para o LPC, testar produtos tudo isso é tão bom, a troca de experiências com vocês é demais.

Só tenho a agradecer meninas, a cada comentário, cada e-mail, para quem não comenta cada acesso, sei que temos compromisso e "responsa" com vocês. Mais uma vez, obrigada, viu?

12 comentários:

Eulalia disse...

Aline, não conhecia a Martha, mas realmente o texto muito bem elaborado e com conteúdo. Parabéns, por nos mostrar pessoas de boa qualidade, e conteúdo!
http://paposodemulherzinha.blogspot.com/

Mari disse...

JK presidente é gaúcho??? E a casa dele que me mostraram em Diamantina? E como ele conseguiu ser prefeito de BH? E por que ele se formou na Faculdade de Medicina da Universidade de Minas Gerais??
Bolei com o bairrismo de vocês (mas chimarrão é uma delícia, Humberto Gessinger é gato e eu continuo amando o blog!). Resolvi comentar isso aqui porque no post sobre ser gaúcho estava escrito que todos os grandes presidentes de Getúlio a Médici eram gaúchos. Quer dizer? Dois ditadores e um mineiro? Bão tamém...
Beijos sabor pão de queijo!

Aline disse...

Mari! Que furo, pensei em Getulio e escrevi JK, mas o POST está devidamente corrigido! Obrigada pelo puxão de orelha! Estou sempre dando furo...

Deca Ferraz disse...

Oi Aline, adoro a Martha Medeiros, é uma das minhas escritoras preferidas, como somos todas brasileiras, bairrismo perdoado.
Me encontro e identifico com toda sensibilidade dela e facilidade para desvendar a alma feminina. Muito bom seu post, nossa cultura, bens precisos, devem ser divulgados e propagados. Beijos.

Lalli Carvalho disse...

Eu AMOO Martha Medeiros, ela é foda. O melhor texto que eu já li dela é streap tease, a melhor obra: divã. (L)

joane disse...

Amei o post Aline!
Me senti um mulherão ao cubo pq pego 3 ônibus para chegar ao trabalho e várias outras "coisitas".
Bjs

Sammy Leilane disse...

ela é demais, adoro as cronicas delas, acho que tenho dois ou 3 livros dela lá em casa... bjus!

Anônimo disse...

amo³³³
tenho todos os livros..
servem como uma biblia, tu abre, escolhe uma crônica.. e ela serve pra ti! hehehe

Indira disse...

Oi Aline!!!!

Também adoro a Martha... e sempre leio o blog dela. Vc conhece??? Caso não conheça da uma olhadinha:
http://wp.clicrbs.com.br/marthamedeiros/?topo=77,1,1

Ela é mesmo tudo isso q vc falou, escreve muito bem, de maneira simples, porém super bem escrita.

Bjooos!

Celina disse...

que crônica linda!

Amanda disse...

Definitivamente eu sou um mulherão.

Bjo!

www.batonetc.com.br

Dáfni disse...

Aline, muito legal este texto da Martha! Mostra bem o que a mulher atual tem que fazer pra poder ter a sua independência e viver neste mundo!

Beijos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...