29 de abril de 2011

ALERTA: ESMALTES NACIONAIS SÃO REPROVADOS EM TESTE!

Vi esta reportagem da Folha.com e achei bem interessante reproduzi-la para vocês estarem por dentro dos acontecimentos:

"Análise da ProTeste, órgão de defesa do consumidor, encontrou substâncias alergênicas na fórmula de esmaltes brasileiros. Esmaltes seguem a legislação brasileira, dizem fabricantes

Essas substâncias não têm uso proibido em cosméticos no Brasil, de acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Mas, na Europa, esses compostos são banidos ou obedecem a um limite de concentração. Alguns já foram ligados ao desenvolvimento de câncer em animais. Nos Estados Unidos, as substâncias são usadas em cosméticos.

No teste, foram analisados 12 esmaltes de três marcas: Colorama, Risqué e Impala.

As fabricantes dizem que os produtos são seguros e seguem a legislação brasileira.

De acordo com a ProTeste, os únicos esmaltes nacionais que seriam considerados seguros na Europa são os da Colorama e os hipoalergênicos da Risqué. Todos os da Impala foram reprovados.

Os compostos encontrados --dibutilftalato, nitrotolueno, tolueno e furfural-- são solventes e substâncias usadas em pigmentos e que conservam e dão brilho ao esmalte.

A análise foi feita por um laboratório francês, cujo nome a ProTeste não divulga, por motivos contratuais.

clica que aumenta
Para Maria Inês Dolci, coordenadora da ProTeste, o resultado da pesquisa demonstra a necessidade de regulamentar o uso dos compostos.

"Essas substâncias já foram avaliadas na Comunidade Europeia, e o setor produtivo se comprometeu a não utilizá-las. É inadmissível expor consumidores a isso."

A entidade encaminhou os resultados à Anvisa e ao Ministério Público Federal, pedindo que as substâncias não sejam usadas no Brasil. A vigilância informou que não tem conhecimento dos resultados da ProTeste e que não há pesquisas que justifiquem o veto aos compostos.

Especialistas afirmam que, apesar das evidências em testes com animais, não há provas de que as substâncias causem câncer em humanos.

A oncologista Maria Del Pilar Estevez, do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira, pesquisou os quatro compostos em sites internacionais de classificação de risco.

Segundo ela, o tolueno e o furfural são classificados como "possivelmente cancerígenos" em animais. "Não há motivo para alarme, é mais uma questão de prudência. O maior problema são alergias de pele e respiratórias."

Os sintomas são cutícula ressecada, vermelhidão em torno das unhas, irritação na pele do pescoço e ao redor dos olhos e lábios ressecados.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia disse que não se pronunciaria sobre o teste e que os compostos encontrados podem irritar a pele.

Bom, sempre acho (achei) que algumas marcas (veja bem, algumas) levam o mercado brasileiro muito no "oba-oba", tipo aquela história de 1ª linha para hemisfério norte e o que sobrou para o Brasil.

Porém, devemos atentar que isso só acontece por que permitimos..Não exigimos mais qualidade nos produtos. Se algumas empresas, por exemplo, tiram agentes que dão alergia de sua fórmula, achamos que fez um favor ao consumidor, quando na verdade não faz mais que sua obrigação. Afinal pagamos (e caro) pelo produto.

Marley Marvin e eu estávamos falando sobre este assunto estes dias, temos que exigir, protestar e não nos contentar com misérias. Vocês tem ideia da variedade de produtos que existem na Europa? Da variedade de cores de maquiagem (base, pó..) que não chega ao Brasil, sem falar do preço aqui, que é assustador.

Não sei se o teste é oficial, apenas sei que ler matérias como este, e aquela que o filtro solar engorda, me assusta um pouco, além de me revoltar cada vez mais com as empresas que não respeitam e valorizam um dos maiores mercados consumidores de cosméticos: Brasil!!!

E vocês, acreditam na pesquisa? Acham que é enrolação? Também fica chateadas com o descaso com as consumidoras brasileiras?
 
Bjs

18 comentários:

Dêzinha disse...

Tay, desculpa, mas sou alérgica e não acho que Colorama cobre caro em seus esmaltes.
A não ser que vc ache que R$10 - 12 em eslmates hipoalergênicos de baixa qualidade da Impala e Risqué sejam baratos, quando as mesmas também não fariam mais que suas obrigações em removerem as tais substâncias de suas fórmulas.
Mas sabem pq elas não removem??? Pq as substâncias custam economia na fabricação delas.

O assunto é irritante, as empresas investem para exportação, brasileiros ficam com o q sobram e ainda acham bacana tascar formol nas unhas e inalar depois.
Mas vai, né? ...


=**

Anônimo disse...

Adoro teus posts de alerta Tai!

Que bom que alguém está de olho nos produtos por nossa saúde! Obrigada!

Li tbm estes dias que o Brasil aumentou muito o consumo de cosméticos. Que aqui... maquiagem é sinônimo de qualidade de vida e concordo.
Pena que os fabricantes só querem lucrar a nosso custo.
Sem falar na falta de variedade de cor de bases por exemplo... ou de produtos para pele negra... ou de produtos orgânicos.... e assim vai.
Ano passado li uma reportagem da super interessante dizendo que hidratantes tem substâncias canserígenas - poderia pesquisar + sobre isso pra nós? Sugestão de post (=^.^=) - Dae revirei as fármácias e lojas de cosméticos ae do Sul e quem diz q encontrei hidratante orgânico?! :(
Só aquele da Éh pra banho q vc já testou e não gostou, eu gosto (amo o cheiro) mas queria um + prático e que hidratasse bem. Acho q não existe neste Brasil!
Se souber onde tem pra me recomendar????

Obrigada
XOXO
Ka
Mato Grosso do Sul

patty disse...

Não acho que os esmaltes dessas marcas sejam caros, pelo contrário. Tem gente que acha que esmalte bom é o mais barato possível e não se preocupa com a qualidade. Eu compro esmalte barato, desde que seja bom.
O que eu gosto é dos argumentos: não é caso de preocupação, os produtos SÓ podem causar alergias e problemas respiratórios. Ah, só isso, né? Beleza. Aposto que essas pessoas não usam esmaltes nacionais. Bjs.

Clau Jambo disse...

Eita fiquei com medo.

bj

Clau
http://www.garotajambo.blogspot.com
@garota_jambo

Gi disse...

medo master......

gente tem sorteio no meu blog...

http://pimentaroja.blogspot.com/2011/04/sorteio.html

bjossss

Vila Mulher disse...

Nosssa isso realmente é preocupante..

Amo a Proteste tenho a assinatura dela e acho super valido ficar antenada no que nos consumidoras achamos ser bom... E na verdade não é!!!

Adorei o blog e já estou seguindo
Se puder fazer uma visitinha no meu seria legal

Beijos
Paula

www.vilamulher.blogspot.com

Anônimo disse...

Olá.


Acredito que a reclamação não deva vir toda em cima das indústrias de cosméticos. Como consta na matéria, os esmaltes estão de acordo com a legislação brasileira, visto que a ANVISA não faz restrição ao uso dessas substâncias.
Deve-se atentar que uma grande maioria das substâncias presentes em cosméticos são potencialmente alergênicas e nem por isso são banidas.

Beijos
Gabriele

Évelin Boop disse...

Tenho alergia a esmalte e acho um absurdo o preço dos hipoalergênicos das marcas mais conhecidas,a não ser da marca Argento que é barato,mas em compensação é de má qualidade,vc pinta agora e já sai daqui a pouco.kkk.Acho que devia ser obrigação todos os esmaltes serem hipoalergênicos eu ia ficar mto feliz pq fico com raiva de ter tantas cores lindas e eu não posso usar!

grasielalocateli disse...

Acho q não iriam inventar uma pesquisa só por inventar, o assunto é sério e seria desrespeitoso se isso acontecesse.
Eu fico bem chateada com o descaso q as nossas empresas brasileiras tratam os seus consumidores, mas o problema é o seguinte, os consumidores não exigem seus direitos. E sabe como poderíamos chamar atenção destas empresas(não só de esmaltes, mas de qualquer produto q contena substâncias nocivas), é simples, basta fazer um boicote, ninguém mais compra nada da marca até eles mudarem as fórmulas, queria ver se este tipo de mobilização não iria surtir efeito. Mas teria q ser levado a sério mesmo!!! Nosso bolso e principalmente nossa saúde iria agradecer, tenho certeza!!!
BjoO

Andréa Torriceli disse...

Bom saber dessas coisas. Não tinha lido.

Dá uma passadinha no meu blog para uma visita. Tem post novinho.
http://deinhamistureba.blogspot.com
Beijos

Ellen G. disse...

Mas isso não é novidade.
Qualquer pessoa que preste atenção a composição do que compra já viu que 98% das marcas brasileiras tem substâncias nos seus esmaltes.

Para mudar essa realidade é fazer abaixo assinado, boicote...tudo é questão de pressão dos consumidores.

E sobre a questão de variedade dentro do mercado...esmaltes coloridinhos, descolados e seguindo tendências não faziam parte da dieta de comprar do povão até pouco tempo atrás...é tudo muito recente.
A tendência é que com o consumo de esmaltes subindo surjam novas empresas no ramo e a variedade dos produtos aumente.

Os preços são abusivos por causa dos impostos, da falta de infraestrutura(estradas esburacadas chupam gasolina), mas nesses preços podre também tem dedo de comerciante querendo enriquecer.

Beijão

Anônimo disse...

Tengo algo de sabiduría maravillosa.

Dai disse...

Eu só acredito nessa entrevista pq passei a ter alergia aos esmaltes da colorama "do nada", e na verdade acho que não é q foi "do nada", talvez seja uma maneira deles forçarem as pessoas mais sensíveis a comprarem a linha hipoalergênica, que é bem mais cara...

ai, vai entender.

carmen silvia disse...

Não só acredito no teste, como literalmetne sinto na pele, pois sou alérgica a esmaltes.
Acho lamentável que a ANVISA, o órgão regulamentador que deveria zelar pela nossa saúde, não se importe. Assim fica fácil para os fabricantes, eles apenas dizem que estão de acordo com a legislação e o consumidor que se dane!!!
Ifelizmente falta mais rigor...

Laranja Atômica disse...

Hum... sobre formol, tolueno... isso já está em evidência, correto? mas assim, eu NÃO CONFIO na ProTeste... Ainda mais pelo absurdo de não poder divulgar o laboratório em questão...

GISLAINE disse...

Que bom que você mostrou a informação pois acompanho outros blogs e quase nenhum disse sobre a pesquisa da Proteste. Eu tenho alguns esmaltes impala pois as cores acho lindas mas depois que fiquei sabendo da pesquisa suspendi o uso deles. Até agora não fiquei sabendo de nenhuma resposta da impala. Eu prefiro pagar mais caro e saber que estou usando um produto de qualidade.

Anônimo disse...

Já vi em vários blogs e sites na net, falando destes testes, inclusive li em blog onde o dono da ludurana declarou que para fazer um esmalte sem essas substâncias não é caro, o custo é o mesmo...
Até onde eu saiba a colorama tb é livre de tais substâncias...
O bom seria sempre revezar as marcas, para não ficar em contato por muito tempo...

Bell disse...

To beje!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...